Logo Radio Divinópolis

ESPORTE

Logomarca

NOTÍCIAS - ESPORTE

Guarani terá que repetir um feito histórico para não ser rebaixado: vencer o América em seus domínios

18/03/2019

imprimir Facebook Twitter Google
Capa

O Guarani terá que repetir um feito histórico para não cair para o Modulo II do Campeonato Mineiro: vencer o América em seus domínios. O jogo válido pela última rodada da primeira fase da competição será nesta quarta-feira (21), às 21h30, no Independência.

Em 2012, o Bugre não só venceu, goleou o Coelho por 4 a 0 na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, estádio escolhido pelos times da capital para mandarem seus jogos durante as reformas do Mineirão e do Independência para a Copa do Mundo de 2014. Na oportunidade, o técnico Givanildo Oliveira escalou um time misto e foi surpreendido pelo Bugre. Os gols foram marcados por Márcio Santos e Magalhães (aos 6 e aos 17 minutos do 1º tempo) e Marinho duas vezes (aos 32 do 1º tempo e aos 41 minutos do 2º tempo).

No entanto, nessa edição o Coelho ainda não perdeu como mandante. Em casa, foram quatro vitórias e dois empates. A única derrota ocorreu neste domingo para o Atlético no Mineirão, perdendo por 3 a 2. Mesmo com um jogador a menos após Matheusinho ter sido expulso aos 14 minutos do 2º tempo, deu muito trabalho para o Galo que jogava para mais de 40 mil torcedores no Gigante da Pampulha.

No sábado, o Guarani poderia ter se salvado com uma rodada de antecedência, caso tivesse vencido o Tombense aqui no Farião. No entanto, após estar vencendo por 1 a 0 cedeu o empate aos 37 minutos do 2º tempo, complicando sua situação. No momento o Bugre ocupa a 10ª colocação com 9 pontos, dois à frente da URT, que jogará em casa contra o já rebaixado Tupi. Para piorar, o time de Juiz de Fora já dispensou vários jogadores, dando mostras de que irá a Patos de Minas somente para cumprir tabela.

Então, para não depender de um "milagre" com uma pouco provável vitória ou empate do Tupi diante da URT, o Guarani terá que repetir o feito de 2012, e nem precisa ser de goleada, "meio a zero" basta.  


Por Amaral Júnior
 1 2 3 4 Fim