Logo Radio Divinópolis

POLÍTICA

Logomarca

NOTÍCIAS - POLÍTICA

Prefeitura implanta ambulatório para atender pacientes com suspeita de dengue

29/04/2019

imprimir Facebook Twitter
Capa

A Prefeitura de Divinópolis montou um ambulatório para atender os pacientes com suspeita de dengue em Divinópolis. Os profissionais de saúde da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) irão atender os casos suspeitos nesta segunda-feira (29/04) de 7h às 19h na Policlínica, na Avenida Getúlio Vargas, 550. Quase mil notificações foram registradas na cidade em 2019.

O ambulatório é composto por uma equipe formada por médico e técnico em enfermagem. Além do atendimento clínico, no ambulatório será oferecida a hidratação venosa e oral para as pessoas com dengue. Para isso, foram instaladas macas e cadeiras para hidratação. O ambulatório atenderá de segunda a sexta-feira de 7h às 19h.

A Secretaria Municipal de Saúde aplica um fluxograma para classificar os riscos de dengue. Os pacientes classificados com A e B serão considerados casos não graves. Os pacientes classificados como A serão tratados nas unidades. Já os pacientes com a classificação B serão atendidos no ambulatório Policlínica. Os classificados com o tipo C serão atendidos pela Unidade Pronto Atendimento (UPA) Padre Roberto. Já o tipo D é grave e é indicado para o hospital. 

Se um paciente procurar o ambulatório com a classificação A será reconduzido para a unidade de referência, que é a sua unidade de saúde. Se procurar a unidade com classificação C será conduzido para a UPA. 

 Conforme os dados da Semusa, as notificações de casos de dengue chegaram a 994 neste ano, destes 326 foram confirmados. Foram descartados 147 casos e 521 continuam em análise.

O bairro com maior volume de casos foi Santo Antônio dos Campos com 39, acompanhado do Centro (23), Santo Antônio (18) e Niterói (10).

No ano passado, neste mesmo período, foram 16 casos confirmadas de dengue na cidade, de acordo com a Semusa.

“Os casos cresceram neste ano na relação com 2018. Por isso montamos um ambulatório para poder oferecer um suporte melhor aos casos suspeitos da doença”, explicou Amarildo.


Fonte: Prefeitura
Início  12 13 14 15 16 17 18 Fim